Ferramentas No-Code

Ferramentas NoCode para desenvolver a sua solução7 minutos de leitura

Fala pessoal, tudo bem? Sabemos que a área de programação é incrível e está sempre em evolução. Alguns anos atrás ninguém imaginaria que daria para criar apps, websites e lojas virtuais sem precisar de código, porém, é exatamente essa a nossa realidade. Hoje vamos conversar um pouquinho sobre Ferramentas NoCode para desenvolver a sua solução. Conhece alguma?

Para desenvolver uma aplicação, seja um website ou um aplicativo mobile, é necessário uma série de conhecimentos em diversas tecnologias, como HTML, CSS e Javascript. Muito provavelmente alguma linguagem backend também será necessária, como Java ou C#.

Além desses dois citados, é certeza que você irpa querer ou irá precisar de um banco de dados para armazenar login, senha, informações de usuários e todas as demais coisas que se fizerem necessárias na sua regra de negócio e no desenvolvimento da sua solução no Hackathon.

Percebeu a complexidade disso? Para aplicação de toda essa estrutura e gama de conhecimentos tendo apenas uma pessoa, é uma atividade bem difícil. No Hackathons, com toda a dinâmica da maratona, a gente precisa poupar tempo e fazer isso entregando o melhor valor possível para nosso usuário final, e é exatamente nesse ponto que entram as ferramentas no-code. Sempre muito ágeis, as ferramentas podem ser uma mão na roda quando se precisa criar algo rápido ou até mesmo sem um conhecimento prévio de linguagens de programação.

E isso traz a possibilidade através das ferramentas no-code que pessoas de áreas diferentes poderão criar seus sites, apps e outras coisas que as ferramentas possibilitem.

Ferramentas NoCode para desenvolver a sua solução

O que são ferramentas no-code?

Como dito anteriormente, as ferramentas nocode são utilizadas para criação de aplicativos, websites e lojas virtuais. Tudo pode ser feito sem a necessidade de conhecimento em linguagens de programação, utilizando apenas a parte visual para fazer a montagem, ou seja, sem código (no-code).

Sabemos que os desenvolvedores utilizam uma série de conhecimentos técnicos de uma ou várias linguagens de programação em conjunto, que no final resultam numa aplicação. Porém, com as ferramentas no-code, você utiliza de uma série de componentes visuais já prontos, que ao final são compilados e geram um código-fonte da sua aplicação. Isso é o famoso drag and drop (arrasta e solta).

Por que utilizar as ferramentas no-code?

Vamos supor que você, usuário fora do ramo da programação, profissional de marketing ou dono de uma pequena loja, queira “simplesmente montar um site”. É aí que entra o maior benefício das tecnologias no-code.

Através das ferramentas visuais de no-code você desvincula a necessidade de ter um desenvolvedor para criação do produto. Assim, poderá montar o seu site apenas utilizando a parte visual, em blocos, sem passar por todas as etapas de aprendizado que seriam necessários para gerar um site com linguagens de programação e muitas vezes já utilizando templates pré definidos que agilizam ainda mais esse processo. Essa facilidade também tem um custo, e às vezes é bem caro.

As ferramentas no-code geram uma grande agilidade para a construção do projeto, e trabalhar com metodologias que possibilitem essa aceleração faz com que toda a dinâmica se torne mais prática e otimizada, focando sempre nas entregas e pouco na quantidade de processos. Por isso, entender sobre as principais metodologias ágeis para usar no Hackathon, pode ter um impacto significativo na construção da sua solução.

Quando falamos de qualidade de código, geralmente as ferramentas no-code perdem de lavada. Se queremos uma aplicação robusta, bem estruturada e com desempenho acima da média, temos que ter noção de que essas ferramentas não vão atender aos nossos requisitos e será necessária uma equipe com mais conhecimento e experiência para desenvolver o projeto.

Mas afinal, quais são as vantagens e desvantagens das ferramentas no-code para desenvolver a sua solução no Hackathon ser mais ágil e menos processual?

Para resumir de forma mais didática, vamos listar então algumas vantagens e desvantagens dessa tecnologia para exemplificar o que foi dito e aproveitar melhor das ferramentas nocode para desenvolver a sua solução.

Vantagens e desvantagens do no-code

Vantagens

  • Não precisa escrever código
  • Curva de aprendizagem extremamente baixa
  • Adaptação e facilidade de mudanças para testes
  • Componentes prontos, com sistema de drag and drop (arrastar e soltar)
  • Aumento de produtividade
  • Facilita no desenvolvimento de novos produtos, pois o pequeno empreendedor pode utilizar sua ideia e ele mesmo implementá-la
  • Redução de custos

Desvantagens

  • Escalabilidade, caso seja necessária uma aplicação que atenda grandes números de requisitos
  • Dificuldade para resolução de problemas complexos
  • Customização limitada dos componentes
  • Requer ao menos um conhecimento básico de design para criar um produto bonito
  • Fica limitado as funcionalidades da plataforma utilizada
  • Muitas vezes acontece de não ficarem bem indexadas em motores de busca (ex.: Google)

Exemplo de ferramentas no-code

Agora que você sabe para que servem e quando deve ou não utilizar, vamos descobrir algumas das mais famosas ferramentas de criação com arrasta e solta:

WordPress

Talvez uma das ferramentas mais revolucionárias da web, apesar de também ter a possibilidade de ser utilizado com linguagem de programação, com o WordPress é possível a criação de sites completos sem a necessidade de código. Com milhares de templates customizáveis com drag and drop, o WordPress permite até mesmo a criação de lojas virtuais funcionais com o plugin Woocommerce.

Wix

Criado em 2006, o Wix é uma ferramenta que permite aos usuários que criem sites sem a necessidade de conhecimentos prévios em programação. Conta com mais de 800 templates prontos e personalizáveis, dentre eles templates para lojas, blog, portfólio, landing pages.

Bubble.io

A ferramenta Bubble.io tem como principais vantagens a possibilidade de fazer tudo através dela, desde o design até o banco de dados. É possível colocar tela de cadastro e login de usuários. É altamente customizável, faz integrações com APIs e é de fácil aprendizado. Diferente das duas anteriores, ela não utiliza conceitos de HTML e CSS, o que dificulta uma maior customização.

Adalo

Ferramenta com ótima interface e fácil de utilizar. Dá a possibilidade de publicar os apps na Apple Store e na Google Store. Possui componentes de fácil uso, responsivos e com integração com APIs. E tem integração com forma de pagamentos de forma nativa. É mais focada na criação de apps e tem uma quantidade limitadas de componentes e plugins.

Existem diversas outras ferramentas como Webflow, Bravo Studio, Thunkable, entre outros que irão surgir nesse seguimento que cresce cada dia mais. Algumas pessoas até se assustam, achando que os desenvolvedores vão ser extintos por causa dessas tecnologias em conjunto com machine learning. Mas pode ficar tranquilo e tranquila, que a facilidade é algo bom e faz com que a qualidade em outros processos também possam melhorar 🙂

Antes de encerrar nossa lista, aqui vai um site recheado de ferramentas No-Code para você utilizar nos seus próximos desafios e maratonas!

Se você é uma dessas pessoas, acalme seu coraçãozinho. Vai demorar muito ainda para substituir toda a capacidade criativa e inovadora que o ser humano tem. E você, já utilizou alguma dessas ferramentas nocode para desenvolver a sua solução? Conta pra gente nos comentários o que achou.

Até mais!

Matheus Oliveira

Software engineering analyst na accenture, Hack Innovator na Hackathon Academy, Vencedor do Hackatudo Sul Fluminense, finalista no hackathon da smiles, lacLaw, Health Challenger Brazil, Co-founder da Olimpo, escritor no blog da HA e investidor de startups.

Matheus Felizardo

Desenvolvedor de Software na Intelie, Hack Innovator na Hackathon Academy, Embaixador da Rocketseat (Space Squad), escritor no blog da HA.