O que é Golden Circle6 minutos de leitura

O conceito do Golden Circle (ou Circulo Dourado) teve a sua origem com um homem inglês chamado Simon Sinek e que se tornou mais conhecida com o lançamento de seu livro “Stats With Why”, tendo sua tradução também em português com o título de “Por quê? – Como Grandes Líderes Inspiram Ação“.

E desde o lançamento dessa metodologia, diversos profissionais de áreas diferentes tem buscado aplicá-la para vários objetivos organizaiconais, sendo desde o lançamento de um produto, na construção da Missão, Visão e Valores e muitos outros exemplos.

O que é o Golde Circle?

Através dessa metodologia, muitos resultados que antes poderiam ser medianos, tomaram proporções maiores e além das esperadas nas organizações e nos demais lugares que são (bem) aplicadas. E como isso acontece? Com certeza você conhece uma marca com uma maçã mordida em todos os seus produtos, não é mesmo? A gente a chama de Apple

Steve Jobs - Apple

E como essa organização revolucionou o mercado com seus produtos como iPhone e iPode, sendo que já existiam outras organizações que também trabalham com o mesmo segmento de produtos que a Apple e ainda tendo mais recursos? O acesso à informação pelas empresas que já existem quando a Apple inciou seus primeiros lançamentos, já tinham o conhecimento sobre agências de marketing, consultorias e até mesmo pessoas que se destacavam nas atividades que realizavam nessas organizações.

O diferencial entre a Apple e os demais concorrentes estava em algo que ninguém fez tão bem quanto eles: eles se comunicavam diferente do que os outros faziam. Simon Sinek traz essa explicação na criação do Golden Circle. Pode parecer algo de outro mundo, mas o Golden Circle nada mais é do que um Círculo com mais três círculos dentro que juntos formam um alvo, que demonstra de dentro para fora: por que, como e o quê.

Golden Circle + Cone Dourado

Como a Apple aplicou o Golden Circle

Segundo o próprio Simon Sinek em sua teoria do Círculo Dourado, todas as pessoas sabem bem o que elas fazem, algumas pessoas e empresas sabem como, mas apenas uma pequena parcela sabe bem o porquê.

A Apple tinha em seu slogan/propósito a seguinte frase antes da aplicação do Golden Circle:

Nós produzimos ótimos computadores. Eles são fáceis de usar e têm um lindo design. Nós desafiamos o status quo.

Você pode perceber que eles trazem aqui de maneira bem diferente do que a teoria traz consigo para realmente mostrar para as organizações, seus clientes e funcionários qual é o propósito de existência da marca e da própria companhia. A frase acima traz a estrutura na seguinte ordem: o que, como e porquê.

Explorado melhor esse exemplo, como ficaria a aplicação da metodologia sobre o slogan anterior?

Em tudo que fazemos, queremos desafiar o status quo. Queremos pensar diferente. Nossos produtos são fáceis de usar e têm um lindo design. Nós fazemos ótimos computadores.

Essa frase acima traz consigo a aplicação da teoria do Simon Sinek, aplicada na ordem correta e com toda certeza, maior impacto, tendo em sua ordem: por que, como e o quê.

Como funciona o Golden Circle?

Para você que trabalha com a produção de criativos, está construindo uma startups, precisa buscar frases de impacto e coisas que realmente impactam o seu público, com certeza aqui está a sua galinha dos ovos de ouro!

Golden Circle e o Cérebro Humano

Para que algo faça realmente sentido para o seu cliente ou a pessoa que irá construir aquele produto e outras que possivelmente irão investir nele, isso precisa gerar um impacto direto em suas memórias, em todo o seu cérebro, para aquilo ficar fixado, igual quando a gente compra Coca-Cola, logo a gente se lembra de família e natal, não é mesmo?

O Neocórtex tem um pensamento racional e analítico além da linguagem e é onde a parte do “o que” entra mais forte, para que aquilo que você está buscando transmitir e vender para uma determinada pessoa, faça realmente sentido da maneira mais racional possível. Para que a gente possa ser efetivo e ainda sim, atingir áreas importantes do cérebro, os dois outros círculos, “como e por que” são os que conversam com o Cérebro Límbico, onde abordam pontos importantes do nosso cérebro, como:

  • Todas as nossas emoções, como confiança e lealdade
  • Todo o comportamento e tomada de decisão
  • Sem capacidade para a linguagem

Uma técnica que deve ser aplicado à teoria é:

  • Clareza do Por Que
  • Disciplina do Como
  • Consistência do O que

Golden Circle aplicado no Hackathon e na sua construção

Todas as técnicas, teorias e ferramentas que a gente traz no blog, a gente busca trazer aplicações claras de como aplicar isso no seu dia a dia. E aqui estamos falando de um lugar que tem o propósito de compartilhar conhecimento para que realmente seja útil para você e para a aplicação das ações que você quer realizar. O Golden Circle, traz uma aplicação simples, principalmente com a leitura desse blog sobre como a gente realmente pode fazer uma aplicação dessa teoria. Explorar os desafios que são postos nos Hackathons para os participantes com essa ferramenta é entender através do:

  • Por que
  • Como
  • O que

Por que fazemos o que fazemos, porque temos esse problema, porque isso aconteceu, porque isso nos impacta, porque isso prejudica nosso cliente, porque nosso cliente parou de comprar com a gente?

Essas são algumas perguntas que podemos talvez, aplicar em cima do núcleo do desafio que a gente tem. Como fazemos o que fazemos, como esse problema aconteceu, como o problema se originou, como isso nos impacta, como isso prejudica nosso cliente, como nosso cliente parou de comprar com a gente?

Seguindo na mesma linha, funciona para o “O que”. As maiores questões aqui é que sempre a partir de alguma pergunta, assim como o Golden Circle ilustra, a gente poderá ter uma noção mais clara dos desafios que você pode ter dentro do Hackathon para que também possa iniciar o desenvolvimento das soluções em cima disso.

É bem provável que você já tenha ouvido falar que os melhores mentores e mentoras são aqueles que fazem as melhores perguntas, não é mesmo?

Existem várias ferramentas que já compartilhamos aqui no blog do Hackathon Academy sobre e que podem te ajudar na hora de construir boas soluções e claro, propor também excelentes desafios para os maratonistas.

Let’s Hack!

Matheus Carvalho

Líder na Rio Sul Valley, Maker na ErreJota, Agente InovAtiva, Embaixador no Angel Investor Club, Community Manager no Hackathon Academy e Projects & Operations na Haze Shift