Como participar de Hackathons pode ajudar na sua vida acadêmica4 minutos de leitura

Como participar de Hackathons pode ajudar na sua vida acadêmica.

Nesse texto vou falar sobre como os Hackathons podem mudar a sua perspectiva pessoal e profissional, além de te auxiliar no desenvolvimento de novas habilidades e aplicação do conhecimento teórico, na prática. Vou usar a minha experiência para compartilhar com você como eu aprendi coisas novas e me desenvolvi. Afinal, o exemplo é a melhor maneira de ensinar, não é mesmo?

Já parou alguma vez para ler a ementa de uma disciplina do seu curso e prestou a atenção nas habilidades desenvolvidas no perfil do discente por meio do conteúdo proposto?
É interessante descobrir o que seremos capazes de ser e fazer após aprender aquele conteúdo específico. Todavia, ao se deparar com o desafio de resolução de problemas, às vezes dá aquela sensação de que precisamos de algo a mais.

Participar de Hackathons e eventos com interações entre pessoas pode me agregar algo?

Como podemos trabalhar melhor em equipe? Como devemos agir em meio a correria de entregas a realizar? Como conseguimos lidar com as pessoas? Todo esse esforço vai valer a pena?! Bem, a resposta para essas perguntas pode ser adquirida por meio de uma pesquisa ou a partir da leitura de um livro, mas a melhor maneira de fazer o que se aprende é praticando, concorda comigo? Sendo assim, chega o momento de você viver a experiência para adquirir aprendizado além de desenvolver soft skills e a melhor oportunidade para isso é: participar de um hackathon.

Mas como assim participar de um hackathon?! Isso mesmo, ao participar de um hackathon você precisará trabalhar em equipe, lidar com pessoas e remar contra o tempo. Quer oportunidade melhor do que essa para se desafiar e se desenvolver?! Não vou me aprofundar em habilidades que são adquiridas em um desafio de inovação, mas você poderá conferir em primeira mão nos artigos habilidades de Business desenvolvidas no hackathon e habilidades de marketing desenvolvidas no hackathon.

O que quero mostrar nesse artigo é como superar os desafios de um programa de inovação pode contribuir para a sua vida acadêmica e, consequentemente, seu desempenho na faculdade. Para ilustrar melhor o impacto de participar de hackathons e programas de empreendedorismo na vida acadêmica, irei contar uma experiência própria para vocês. Em meu primeiro semestre da faculdade, me inscrevi para um programa de educação empreendedora e inovação aberta, o Inova-san, que me proporcionou pela primeira vez a oportunidade de criar uma solução inovadora e empreender.  A partir desse momento, minha vida mudou, pois, precisei trabalhar em equipe, ouvir ativamente as pessoas, ser empática e lidar com feedbacks. Além disso, exercitei a gestão de tempo, comunicação e liderança.

Como toda a experiência em eventos de inovação aberta como Hackathons e o Inova-san se relacionam com a minha vida universitária?

Bem, ao participar de programas de inovação, adquirimos competências e aprendemos a manusear ferramentas para nos auxiliar em situações que possam ser naturalmente difíceis quando não se tem a prática necessária como, por exemplo, apresentar seminários, resolver problemas, trabalhar em grupo e até mesmo se comunicar com as outras pessoas. À medida que vamos adquirindo experiência em desafios, tudo vai se tornando mais claro e comum até o ponto em que alcançamos a proficiência naquilo e estamos prontos para alçar voos ainda maiores. Está com dificuldades em apresentar algo? Experimente apresentar um pitch.  Não consegue se organizar adequadamente para provas e trabalhos? Pode ser uma boa ideia participar de uma competição que dure apenas 3 dias.  Tá difícil trabalhar em equipe? Inscreva-se em uma competição sem equipe e conheça pessoas novas.

Agora é o seu momento. Pare para pensar!

Após isso, reflita o que mudou na sua vida. Provavelmente, essas experiências irão te ajudar a participar mais ativamente de projetos na faculdade e a ser mais confiante para encarar desafios na sua área. Para finalizar, deixo aqui um desafio para você: participe de um hackathon e permita a experiência te fazer crescer. E é claro, acredite no seu potencial. O seu futuro será precioso!

Gabriela Garcia
Estagiária em Projetos na Haze Shift e Graduanda em Engenharia de Software pela Universidade de Vassouras.