Hackathon – O que significa?3 minutos de leitura

Se você pesquisou no Google “O que é um Hackathon”, provavelmente está buscando entender o que acontece nessas maratonas cooperativas de resolução de problemas complexos que talvez a sua empresa, escola, bairro ou as pessoas da sua comunidade estejam buscando resolver de uma maneira mais dinâmica e interativa. Certo? Pois, bem! A palavra “hackathon” surgiu a partir da junção de duas outras palavras originadas do inglês. A primeira é “Hack” e ela pode ter diversas aplicações em suas traduções, mas utilizando para compor a palavra “hackathon” ela tem como foco a área da informática para aqueles que utilizam a programação e o significado dela é programar com excelência. Já a palavra “marathon” vem de “maratona”. Essa foi fácil, não é mesmo?
Hackathon é um evento que costuma unir programadores, designers e outros profissionais ligados ao desenvolvimento de software para uma maratona de programação que tem como objetivo o motivo que fez você chegar até aqui: resolver problemas de uma maneira dinâmica e interativa, com a criação de um software ou alguma solução tecnológica para um desafio que você tenha.
Em eventos como esse, participantes têm além da oportunidade de desenvolver soluções inovadoras com a colaboração de pessoas com expertises diferentes, concorrer a diversos prêmios e ainda fazer networking com uma galera super gente boa. O que leva um evento como esse ser tão buscado por empresas, comunidades, pessoas curiosas pelo tema de inovação é exatamente se desafiar a fazer coisas diferentes, aproveitando o modelo de inovação aberta e trazendo pessoas de pensamentos diferentes para dentro das organizações, empresas, universidades e as comunidades.

E já aproveitando a deixa, se você está buscando participar de um Hackathon ou criá-lo, vou te dizer quais são os perfis que você mais encontrará nessas maratonas. Nos hackathons, costumamos ter três perfis:

Business: Quem estiver participando e quiser entrar nessa jornada com essa pegada, precisa ter em mente os processos de validação da ideia por pesquisa, pesquisa de mercado, contato com stakholders (clientes/usuários/parceiros), aquela galera que pode ter interesse na sua ideia/solução, além de entender sobre modelo de negócios e a utilização de um bom modelo de Canvas. E os dois outros perfis se conectam perfeitamente com o de business. Por isso, são os mais cobrados nessas maratonas, por ter a maior parte das skills necessárias integradas para o desenvolvimento dessa solução que costuma acontecer entre 2 a 7 dias.

Design: esse perfil é responsável pela parte visual da ideia, branding, jornada do usuário, jornada do cliente/parceiro/empresa, UI/UX e costuma ter entendimentos das ferramentas que são utilizadas para prototipação da solução como Figma, por exemplo. Além disso, é um perfil que se conecta totalmente com os perfis de business e developer, que é o próximo que iremos falar;

Developer: que é o responsável pela construção da solução de acordo com a validação do business e da construção do designer sobre a jornada do usuário, parte visual e usabilidade.

Como aqui estamos falando de um participante e organizador de Hackathon para outro ou outra, não se atenha a essa definição. Os perfis são mais amplos do que podemos esperar. Como um se integra com o outro, cada um dos três podem ter um pouco de cada. Por isso, participar ou construir, são as melhores opções para entender melhor ainda do que estamos falando aqui. Se você busca ampliar seu netwoking, busca se desafiar e inovar, com toda certeza você está no lugar certo. Chame seus amigos, amigas, colegas e faça um convite bem grande para vir muita gente diferente para participar dessa construção com você.